Conheça 5 oportunidades de carreira no mercado financeiro

5-oportunidades-de-carreira-no-mercado-financeiro

Por Yasmim Tavares

O segmento de mercado financeiro vem passando por transformações históricas no Brasil. As constantes quedas na taxa básica de juros, a Selic, têm despertado mudanças na maneira do brasileiro investir. Muitos estão em busca de investimentos mais rentáveis, já que a tradicional conta poupança, e até mesmo os produtos de Renda Fixa, não tem apresentado bons retornos.

O reflexo desse movimento pôde ser observado pelo aumento no número de investidores pessoa física na bolsa brasileira em 2020. A B3 registrou 2,38 milhões de CPFs cadastrados em abril, uma alta de 41,8% em relação ao mesmo período de 2019.

Como consequência, a abertura de empresas dos setores financeiro e de investimentos vem crescendo. Para conseguir atender todas as demandas dos investidores, os escritórios estão aumentando o número de profissionais especializados para atuar nas mais variadas divisões presentes nestas áreas.

Confira, abaixo, algumas possibilidades para seguir carreira no mercado financeiro:

Analista de Investimentos

É o profissional responsável pela realização de análises sobre o cenário econômico e as condições de investimentos no curto, médio e longo prazo. A partir dos resultados alcançados, ele faz recomendações de ações e outros ativos disponíveis no mercado.Para orientar os investidores na tomada de decisão de venda, compra ou manutenção de um determinado produto, o analista de investimentos costuma utilizar dois tipos de metodologia: a análise técnica e a fundamentalista.

A primeira, análise técnica (ou gráfica) diz respeito ao estudo de gráficos e dados de preço e volume de ativos, como ações, índices e commodities. Com essas informações, é possível identificar as tendências do mercado. A análise fundamentalista, por sua vez, usa os indicadores financeiros de uma companhia e investiga o setor específico na qual ela está inserida para mensurar o quanto a empresa vale no mercado.

Para se tornar um Analista de Investimentos, é necessário ter o Certificado Nacional do Profissional de Investimento (CNPI), realizado pela Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC).

Gestor de Investimentos

O gestor fica encarregado pela política de gestão das aplicações e tomada de decisões de investimento. Ao estudar o mercado, o profissional observa as oportunidades e decide quando é o momento de emitir as ordens de compra e venda de um ativo. As atuações dele devem sempre respeitar a política de investimentos do fundo, que é estabelecida no regulamento.

Este profissional precisa ter a Certificação de Gestores da ANBIMA (CGA) para atuar na gestão de recursos de fundos de investimento e de outros serviços de alocação de recursos.

Consultor Financeiro

A função da consultoria é orientar o cliente em suas decisões de investimento. O profissional utiliza o conhecimento técnico para apontar estratégias e recomendações de carteira de acordo com o perfil de investidor (conservador, moderado ou arrojado) da pessoa.

Além de analisar a estrutura patrimonial, o consultor financeiro busca compreender os objetivos de vida do cliente para sugerir as alocações que mais se adequam às expectativas do investidor.

O Certified Financial Planner (CFP) dá ao profissional o direito de exercer a carreira de Consultor Financeiro, auxiliando o cliente na tomada de decisão referente aos investimentos adequados para cada perfil.

Agentes Autônomos de Investimento (AAI)

Os AAIs, também conhecidos como assessores de investimentos, são responsáveis por apresentar e explicar todas as opções de investimentos disponíveis na plataforma da corretora para os clientes, mas sem fazer recomendações. As principais atividades deles são a distribuição e mediação de títulos, debêntures, ações, cotas de fundos de investimento e derivativos. Estes profissionais atuam através de uma Corretora de Valores Mobiliários e fazem a conexão entre o investidor e as aplicações financeiras.

Os agentes autônomos recebem uma determinada comissão por meio das participações em operações financeiras. Normalmente, quanto mais clientes eles tiverem e maior for o volume sobre administração, maior será a remuneração dos AAIs. Antes de começar uma carreira como Assessor de Investimentos, é preciso ser aprovado em uma prova de certificação realizada pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (Ancord) e ter registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Trader

É o investidor que tem conhecimento técnico na área, principalmente no segmento de renda variável, e busca valorizar o capital aproveitando as variações do mercado. As pessoas que atuam como traders costumam operar na bolsa com aplicação de estratégias de curto prazo, nomeadas como Day Trade e Swing Trade.

A operação de Day Trade acontece com a compra e venda de ativos no mesmo pregão. Ao traçar uma análise técnica, o investidor compra uma ação na baixa e vende na alta, com o objetivo de alcançar a valorização do papel no intradiário. Já na estratégia de Swing Trade, a pessoa mantém o ativo na carteira durante diferentes pregões. Ou seja, ela fica em posição “comprada” no mesmo produto em um período de dias ou semanas.

Para seguir a carreira de Trader, o profissional não precisa obter uma certificação específica. Ainda assim, é muito importante manter uma rotina de estudos para adquirir o conhecimento técnico necessário para atuar na Bolsa de Valores.

Texto elaborado pela voluntária: Yasmim Tavares

Revisão e edição: Lara Madeira

O Ação Jovem do Mercado Financeiro e de Capitais (AJ) é uma associação sem fins lucrativos que visa aproximar os brasileiros do mercado financeiro - www.ajmc.br

O Ação Jovem do Mercado Financeiro e de Capitais (AJ) é uma associação sem fins lucrativos que visa aproximar os brasileiros do mercado financeiro - www.ajmc.br